domingo, 21 de fevereiro de 2016

Sorte na Vida



Estive pensando sobre sorte. E sobre o que ela significa para cada um de nós. Algumas pessoas se sentem sortudas apenas quando conseguem o que querem. Outras, apenas por ter acordado. De fato, a sorte se apresenta de maneira diferente pra cada um. E isso tem mais a ver com o caminho que percorremos pra chegar até aonde quer que estejamos, do que com superstição. É claro que ainda tem muita gente que se apega a uma planta, a um número ou cor qualquer. Existem amuletos tão peculiares quanto seus donos. Mas quando o bicho pega não adianta, a tua figa de 2 metros de altura não vai te salvar. Você pode crer em Deus, em cientologia, em nada. O quer que tenha que acontecer, irá de fato acontecer. Mas ao invés de pensar "Oh meu Deus(ou Hawking), por quê?", tente pensar "por que não?". As coisas, boas ou ruins, acontecem a qualquer um, a qualquer hora. E na maioria esmagadora das vezes, não temos o real controle sobre qualquer coisa. Ficar positivo diante de todas as adversidades é mais que uma atitude, é um estilo de vida, que precisa ser reforçado a todo momento. É quando você se dá conta que tem sorte porque ainda tem tanto pra viver e conhecer. Quando percebe que você não esteve entre os 7 de Michigan essa noite. Ou entre os 8 da Candelária. E quando vê que não está na fila do transplante de medula óssea. Ou que "Oba", hoje você vai sair pra jantar. E vai com quem você ama. E vai voltar pra casa com essa pessoa. Entenda, nenhuma vida é boa o tempo todo. As únicas coisas inteiramente boas estão imóveis e sem vida, como uma obra de arte ou aquela fotografia incrível que você fez em sua última viagem. Você é real, sua vida é real e se move. E muda o tempo todo. Enquanto isso, aprenda que ter sorte é poder ter com quem dividir suas tristezas e alegrias. E ter apoio e poder apoiar quem realmente se importa. Poder ser você mesmo, essencialmente você mesmo, junto a quem também está disposto a doar-se da mesma maneira. Amando o que e quem você tem, tendo o que e quem você quer pra sempre amar. Depois de tudo isso posso dizer: apesar de nunca ter ganhado uma bala sequer numa raspadinha, tenho a sorte maior do mundo. Tenho você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário